segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sonho ou ilusão!

Triste! Desolado!
sem saber o que fazer..o meu sonho..meu desejo..tarda em realizar-se cada vez a sinto mais longe..mais inacessível..sempre soube que era difícil..mas sempre pensei..sempre sonhei..sonho..ser verdadeiramente seu 24/7 viver para servir-lhe mas nunca o neguei ou escondi os meus pensamentos e sentimentos fazer com que gostasse de mim..quisesse estar...ficar comigo..porque falhei? como falhei...porque não sou digno do seu afecto..do seu carinho..da sua atenção...do seu..amor! sim porque é isso que sempre sentí e sinto..amo..incessantente..impulsivamente e irracionalmente..não sei se algum dia isso me valerá de alguma coisa..receio bem que não..

terça-feira, 10 de maio de 2011

O que fui fazer!!

estava tudo a correr tão bem..porquê? porque tive de estragar tudo? nem quero acreditar!

Chego a casa para iniciar a sessão..oiço a voz da Mistress que ordena-me que vá trocar a trela que tinha acabado de trocar..ao buscá-la ao saco onde se encontrava ´coloquei-o na mesa por cima de um caderno onde a Mistress escrevia..inadvertidamente lí duas frases que lá se encontravam..pareciam-me o princípio de uma carta..de amor..não..não pode ser!! incrédulo tomo a ousadia de ler mais um pouco e o fim da carta..não me recordo exactamente as palavras mas fiquei..estarrecido!! plenamente convencido de que a Mistress tinha mais alguém na sua vida...a dor foi imensa bem superior a qualquer sessão de BDSM por mais dura que seja.. saio atordoado.. a ideia de que isso pode ser verdade deixa-me mal..sinto-me em baixo..faltam-me as forças á medida que vou caminhando..sinto o chão a fugir-me dos pés..choro compulsivamente..quero fugir..desaparecer..deito-me na relva..vejo esta ponte..este rio! penso no fim!!..fecho os olhos uma miríade de imagens invadem a minha mente..imagens da Mistress..o seu sorriso pelo qual me perdí..o seu olhar..a sua voz doce...falhei novamente...tudo acabou!! vou embora!!
sem pensar apanho um táxi e vou ao aeroporto para sair dalí o mais depressa possível..sinto-me mal...dói-me o corpo..parece que tive a sessão mais violenta que poderia imaginar..(e será que não?)
Altero o voo e regresso a casa para esclarecer tudo com a Mistress..(porque não percebí antes que tudo não passou de um erro meu!)

Chego a casa vejo que a Mistress se preparava para sair para ir atrás de mim afinal devo ter estado cerca de 3h neste devaneio..rapidamente percebo o grave erro que cometí e o meu arrependimento não serve de desculpa para a Mistress..sou castigado..chicoteado..mas quase não sinto dor..esta é mais fácil de suportar...choro compulsivamente..ainda bem que estava errado... o meu sonho não morreu!!

perdão...perdão...perdão Mistress!! não sou digno de lamber as suas botas...espero que um dia a sua mágoa desapareça e que possa finalmente ser digno de lhe servir..

Os meus dias com a Mistress!

Nem acredito! Parece mentira estar quase uma semana com a Mistress. Espero não a desiludir. É bem diferente ser seu sub à distância ou estar 24 horas na sua presença...a exigência será maior mas estou tranquilo pois sei o que quero..só uma coisa me entristece um pouco..não posso negar e a Mistress sabe disso pois embora nunca tenha tido coragem de lhe dizer pessoalmente já o disse...’por escrito’..a Mistress sabe que desejo ser muito mais do que seu sub..e quero-a muito mais do que como minha Domme. No entanto não escondo que penso cada vez mais na minha primeira sessão BDSM com a Mistress
Sei no entanto que a Mistress apenas me quer como sub...pelo menos por enquanto mas tenho esperanças de conseguir fazer nascer no seu coração algo semelhante, mesmo que infinitamente menor do que o que sinto por ela..isso já me deixaria feliz..será que consigo?
O primeiro dia com a Mistress acho que não correu mal..ainda estou um pouco nervoso por saber que estou..a ser avaliado…sei que tenho um longo caminho a percorrer para ser um bom sub..ser o sub que a Mistress quer que eu seja..
No segundo dia houve um momento particularmente inquietante mas que me deixou particularmente feliz..a Mistress decidiu colocar 2 piercings e um foi em minha homenagem..foi uma surpresa completa e quando chegou o momento e falou que queria colocar 2 piercings,por momentos pensei um deles teria de ser..em mim..confesso que fiquei assustado principalmente quando pensei nos possíveis locais onde a Mistress poderia querer que eu os colocasse..ui!! dói-me só de pensar..felizmente não fui submetido a esse..tratamento..
Falou-me do OWK que queria que a minha primeira sessão fosse lá!! levar-me lá?..sei bem o que isso é.. já ví o site e até um vídeo e um relato de um escravo residente..aquilo é demasiado pra mim..é para quem quer abdicar a própria vida em favor da ‘escravatura’ sim porque são autênticos escravos..eu considero-me submisso, não escravo a 100%... nunca abdicaria a 100% de tudo para me condenar daquela forma..e aquilo não tem volta para os que ficam escravos residentes..até para uma curta estadia não me sinto preparado ainda.. ainda bem que essa ideia passou-lhe..espero que não se lembre novamente mas dessa vez não como sugestão mas como..imposição..aí lá teria que submeter-me aquelas crueldades..embora pelo pouco que conheço da Mistress acho que não iria precisar de conselho nenhum das outras Dommes..ela já é bem severa..ás vezes sinto medo..quando lhe olho nos olhos..(sem ela perceber é claro pois não estou autorizado a fazê-lo!)
No meu penúltimo dia com a Mistress ela deixou-me mais á vontade consigo, fomos ás compras e..evidentemente tive de pagar e carregar tudo..esse factor também me preocupa pois sei que a Mistress tem gostos requintados e..caros! e eu não sou rico!
Este dia permitiu-me ver outro lado da Mistress deixou-me muitoá vontade para conversar e não o fizemos mais porque confesso ainda não estou 100% à vontade com ela e também não escondo que às vezes viajo quando estou na sua presença e imagino que sou mais..bem mais que seu sub.
No meu último dia com a Mistress senti que estava diferente..mais severa..mais exigente! (como eu adoro quando a Mistress é assim!!) ordenou-me que fosse comprar uma trela e uma coleira para me treinar..confesso que o ‘dog training’ não é algo que me agrade mas é bem melhor do que a ideia que a Mistress teve de me levar ao OWK (espero que tenha esquecido essa ideia!)
Regresso a casa após cumprir a tarefa que me ordenou e regresso a casa tendo sempre em mente que será ‘o primeiro dia do resto da minha vida’ (assim o espero!)
Ao chegar a casa ordena-me que vá almoçar para que quando voltar se inicie o meu ‘treino’… ao sair novamente de casa penso que finalmente ao fim de tanto tempo de ter conhecido a Mistress saberei agora todos os erros que cometi e serei severamente castigado por eles..estou um pouco nervoso ao pensar no que me espera e sei que o facto de ser um sub inexperiente não vai ‘comover’ a Mistress na altura de me castigar.
Sei que estarei completamente á mercê de toda a sua crueldade e que passarei um mau (bom?) bocado..mas estou tranquilo pois confio a 200% na Mistress e sei que sabe o que faz e que todos os meus castigos servirão não só para satisfazer os seus instintos sádicos mas também para fazerem de mim o sub ideal para a Mistress e conquistar a sua total confiança em mim.
Sinto que as dificuldades vão começar agora! Espero estar à altura!!

domingo, 1 de maio de 2011

A minha primeira vez!

Há muito que ansiava, imaginava, sonhava com este dia..finalmente ele chegou...
O meu coração bate mais forte..a minha mente viaja..fecho olhos e sonho..não quero acordar!
Durante dias..meses..desde que os meus olhos a puderam contemplar pela primeira vez..desejava...sonhava com este momento..não páro de pensar na Mistress..finalmente chegou o dia..apartir de agora serei efectivamente seu de corpo e alma..
Chegados ao apartamento peço que aguarte á porta enquanto descarrego a bagagem e pago ao taxista..
Enfim sós..um pouco a medo ouso olhá-la nos olhos antes de entrar-mos, ela sorri para mim..um sorriso angelical e ao mesmo tempo maquiavélico..por um instante interrogo-me se estou a dar um passo em frente para o paraíso ou para o inferno!! um misto dos dois talvez..um mergulho no desconhecido..sempre tive gosto pelo desconhecido e tudo o que quero é poder servir a minha Dona cada vez mais e melhor, ser devidamente treinado para que fique orgulhosa no seu sub mas também..e nunca lhe escondí isso..desejo-a..quero-a...quero ser não só seu sub mas também seu Homem...
um pouco nervoso (e acho que claramente transpareço isso para Mistress que me lança aquele olhar simultaneamente doce e cruél!).
Abro a porta, entro e seguro a porta para que entre e volto para trás para buscar as malas..quando regresso com as malas a Mistress está sentada na cama e olha-me em silencio..de forma submissa logo olha para os seus pés e dirijo-me para ela e ajoelho-me para lhe retirar as botas...
- o que pensas que vais fazer imbecil? como te atreves a tocar a tua Dona? e como te atreves a estar assim na sua presença? despe-te imediatamente!
- Concerteza Mistress..perdão!
nisto recebo imediatamente um par de estalos sem perceber o porquê
- Ordenei-te que falasses?
Em silêncio dispo-me imediatamente e ajoelho-me a seus pés aguardando uma ordem sua..
 - Lambe-me as botas meu cachorrinho! a Mistress dá-me instruções de como o devo fazer e manda-me que continue..enquanto o faço e continuando apenas a olhar para as suas botas sinto-a colocar-me uma coleira no pescoço e ..de seguida levanta-se e procuro segui-la com o olhar..nisto pisa a minha cabeça empurrando-a e mantendo-a violentamente encostada ao chão...não te mandei mexer imbecil!..fica quieto! de seguida algema-me e ordena-me que deite no seu colo de bruços e inicia de seguida uma sessão de spsnking primeiro com a mão e posteriormente com um paddle de madeira....rapidamente o prazer dá lugar á dor e isso apenas lhe provoca uma sensação de enorme alegria..
- Queres que páre? não aguentas mais?
- Sim Mistress..suplico-lhe..digo já a soluçar..
- Não!! é bom que doa muito..mereces..tens de sofrer pela tua Dona e agradecer-lhe o tempo que te está a dar..estás a conhecer a tua Mistress e acredita..isto é só o começo..
Seguidamente ordena-me que me deite de bruços na cama de braços e pernas abertas. Cumpro rapidamente a sua ordem sem emitir uma palavra e em seguida imobiliza-me mãos e pés de forma a que permaneça na cama de pés e mãos esticadas, coloca-me uma venda nos olhos e uma mordaça..começa a depilar-me com cera de cima a baixo..costas, nádegas e pernas indiferente aos meus lamentos..de seguida liberta-me e obriga-me a virar-me de costas prosseguindo na minha depilação e sendo ainda mais vigorosa na região genital sussurando-me ao ouvido o que iria fazer comigo de forma a aumentar-me o medo..
Após o final da sessão libertou-me mas ordenou-me que permanecesse imóvel na cama e sem retirar a mordaça ou a venda dos olhos
Regressa passado algum tempo e retira me a venda mas não me autoriza a tirar a mordaça vejo que trás um saco e ordena-me que o abra.. fico espantado  olho-a nos olhos o ver o que está no interior uma lingerie e umas meias de renda, tudo cor de rosa...
- Isso mesmo!..agora és a minha puta e vais vestir isso agora e deitar-te na cama de pernas abertas e joelhos flectidos!...a Mistress está á minha frente de botas de salto alto, mácara, corpete e saia de cabedal e empunhando um chicote que faz questão de exibi-lo para que eu perceba que não está a brincar
- Sem hesitar cumpro a ordem e de seguida a Mistress imobiliza-me novamente braços e pernas..
de seguida  retira a saia permitindo-me ver que trás na cintura um cinto strapon..
De repente começa a penetrar-me violentamente com o strapon e ri-se de cada vez que emito algum grito de dor..
Continua vigorosamente até ás lágrimas me virem aos olhos o que lhe dá ainda mais prazer..
- Espantado? agora és verdadeiramente meu de corpo e alma! ou melhor..minha...ah..ah..ah a minha puta e sê-lo-ás sempre que eu quiser!! por isso tens de vestir-te e agir como tal..estás aqui para me servir percebes? e é bom que o faças devidamente senão sofrerás as consequências dos teus erros!!

sábado, 9 de abril de 2011

Dia de Sol!

Acordo sobressaltado…hoje tem de ser diferente..não posso falhar novamente..Dentro de pouco tempo terei o privilégio de estar com a Mistress e tenho que mostrar-lhe o quanto lhe agradeço por isso e o quanto ela é importante para mim..
Confirmo telefonicamente que a Mistress está disponível para que eu lhe possa servir…começo a viajar…comoserá quando estivermos os dois sós…será que aguento! A Mistress já me informou que serei severamente castigado por  todas as falhas que já cometi…tenho de aproveitar os poucos momentos antes para me..redimir de certo modo..assim talvez não seja tão severa comigo..embora tenha de reconhecer que ultimamente tenho cometido diversas falhas e até fiquei deveras surpreendido com as segundas oportunidades que a Mistress me tem dado..espero ser merecedor da consideração da Mistress..
Saio cedo relativamente à hora combinada e felizmente desta vez não há enganos e nem foi preciso recorrer ao mapa que tirei da net…
Chego ao local combinado uns minutos antes..imagino como virá vestida a Mistress e qual o seu semblante..será que ainda tem bem presente todas as minhas falhas recentes..será que conseguirei agir o mais naturalmente possível e corresponder ao que a Mistress espera..ou melhor exige (..e com razão evidentemente!) que eu seja!
Pelo espelho retrovisor vejo que a Mistress aproxima-se..aqueles olhos…queria perder-me neles!…
 Sinto quando chega junto ao carro saio e páro instantâneamente ..olho-a de cima abaixo (apesar de ter consciência de que não o devia fazer pois como sub nunca a devia olhar nos olhos!...) imediatamente o seu perfume invade-me e enebria—me..(como sinto inveja do seu perfume!)sinto vontade de ajoelhar-me e beijar os seus pés…
Abro-lhe a porta e seguimos para o restaurante.
Durante toda a viagem mil e uma imagens e desejos povoam os meus pensamentos..imagino-me como seu submisso nos dias que vamos estar juntos, como vou ser iniciado…se será muito dura comigo….imagino-me sozinho com a Dona..estar a seus pés…ser castigado e possuído por ela..corpo e alma mas ao mesmo tempo perpassam novamente ante mim os seus olhos..mas agora o seu lado meigo, doce..humm os seus lábios…não paro de pensar neles..e nos meus colados a eles… dois corpos unidos..o meu coração junto ao dela..
..meu deus porque penso nisso..sou apenas seu sub devia limitar-me a dar graças por me ter concedido a honra de poder servir-lhe! Sou um sub felizardo quantos não queria estar no meu lugar e tê-la como Mistress..não devo mais pensar nisso mas apenas que o meu único objectivo é servir adequadamente a minha Mistress e entregar-me a ela de corpo e alma..
Sinto-me nervoso interiormente e as palavras não saem..espero que a Mistress não se aperceba e não me castigue por isso..
Chegados ao restaurante acho que acalmo um pouco e consigo estar mais à vontade apesar de continuar a pensar se a Mistress tem..algo preparado para mim dado as desiluções que lhe tenho dado anteriormente. Felizmente tudo corre bem e proponho à Mistress que vamos a uma loja comprar allgo que a Mistress já me tinha ordenado..
 Que a Mistress goste e que eu possa de certo modo retribuir a dádiva que me deu ao ter-me como sub…
Após escolher a prenda vejo que ficou radiante e que hoje, finalmente não..a desiludí..
Vejo novamente aquele brilho maravilhoso nos seus olhos..(quero que brilhe muitas vezes!)…e fico feliz por saber que de algum modo contribuí para isso..espero  que possam brilhar muitas vezes para mim e também que o mesmo possa ser transmitido ao seu coração..
De regresso vamos fazer umas compras para a Mistress e de cada vez que olho para ela sinto um desejo incontrolável..beijá-la! E adormecer nesse beijo!..de repente é a Mistress que me dá um beijo de agradecimento e esse desejo me invade novamente..felizmente controlo-me..de facto..quem sou eu para cometer tal acto ! só estou aqui para servi-la.e ser seu..os meus desejos devem apenas  ser os dela.
Durante todo esse tempo até levá-la a casa novamente..essa dicotomia me invade  o Coração e a Razão..felizmente (ou não??) a segunda vence e..mais  mas vez..fico-me pelo desejo!
Obrigado Mistress!

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Anseio por sí Mistress!!

Penso na Mistress..sinto a sua falta..anseio..sonho estar com ela.. quero serví-la, ser o seu servo fiel e dedicado..não páro de pensar...a sua voz..doce ou autoritária..o seu olhar..meigo ou cruél.. a sua mão que acaricia levemente..ou castiga impiedosamente..o seu riso que encanta de comando

Fecho os olhos e vejo-a, sinto-a, ajoelho-me olhando para o chão...aguardo impacientemente a sua chegada ordenou-me que assim o fizesse..e que não me demorasse a fazê-lo pois a Dona nunca diz quando chega..
Chego do trabalho e rapidamente faço o que me foi ordenado..que me despisse e aguardasse no quarto de joelhos, de frente para a parede e olhando sempre para o chão...assim me coloco à espera da Mistress...
De repente..as luzes apagam-se completamente..imediatamente levanto-me tacteando as paredes e dirijo-me até á sala em busca de alguma vela ou lanterna. passado algumtempo vejo uma luz reflectida na parede e assim que tento voltar-me para ver reconheço imediatamente a voz da Mistress e pelo tímbre está muito zangada comigo..
-Tens consciencia do que acabaste de fazer traste? o que foi que te ordenei? -Mas..MMMistress..pensei que tinha faltado a luz e que estava sozinho em casa...por isso fui ver..nisto recebo um violento par de estalos que me deixa a face a arder..
- Tu não aprendes pois não? disse-me como devias esperar por mim e não dei ordem para te levantares pois não..nunca fazes o que te digo..mas vais aprender sim..e como vais...
-mmmas Mistress...
- Veste isso e deita-te na cama de bruços..rápido...
- mas Mistress isso é demasiado humilhante..isso é muito..feminino...
-Ah,Ah Ah..a sério? temos pena! vais vestir sim ..e é agora senão vais sofrer ainda mais..
- Sem outra opção senão fazer o que me foi ordenado..visto visivelmente contrariado..um corpete de renda cor de rosa e um cinto de ligas que a Mistress colocou na cama.. de seguida a Mistress coloca-me um gag uma venda nos olhos e algema-me as mãos atrás das costas...nessa posição sinto a Mistress abaixar-me as cuecas encostar uma faca aos meus testículos e logo dou um grito abafado pelo gag...rapidamente sinto sentar-me em cima de mim e apercebo-me que usa um strapon ao sinto-lo na minha boca e ouvir a sua voz 'hoje és a minha puta'...chupa!tento resistir mas na posição que me encontro rapidamente a Mistress consegue que o faça e da maneira que quer...
-humm vejo q tens jeito...agora vais senti-lo dentro de ti.. rapidamente começa a foder-me com o strapon mostrando-se indiferente aos meus gritos...de seguida começa simulaneamente a estimular manualmente os meus gentais fazendo-o até quase eu atingir orgasmo..parando sempre poco antes para castigar-me..da 3ª vez pergunta-me
-' então puta estás a gostar? achas que te deixo vir? continua vigorosamente a penetrar-me  e a masturbar-me até que pergunta..'achas que mereces? tento balbuciar ue sim mas o som é abafado pelo gag.
- Bom já que não respondes acho que não queres e alem disso acho que não mereces pois desobedeceste-me ainda não és totalmente digno de me servir e até lá o prazer ser-te-á negado..só estáras aqui para me proporcionares prazer por isso..só há uma maneira..nisto retira dum estojo um cinto de castidade e levanta-o bem alto para que o veja bem..
-não Mistress!!
 -sim!!! ah...ah...ah
coloca-me o cinto e fecha-o com o cadeado indiferente às minhas lamentações e sai do quarto fechando a porta...

sexta-feira, 25 de março de 2011

Perdão!!

Sei que falhei.. que a desiludi…nunca foi minha intenção Mistress…
 Sei que não a mereço..sei que é perfeita e eu…sou um inútil…nunca foi minha intenção desiludir-lhe, causar-lhe qualquer tipo de transtorno…sei que tenho de melhorar e sei que já falhei demasiado e…tenho de sofrer as consequências das minhas falhas!…prometo tudo fazer tudo para merecer o seu perdão Mistress!
Quero ser digno de usar a sua coleira…de rastejar a seus pés… de lamber as suas botas..de sentir o seu chicote..de tê-la como minha Dona!
Quero dar-lhe o meu coração…o meu corpo..a minha alma…
Perdão Minha Rainha!!


Minha Rainha!
Imploro clemência
Só quero servi-la  
Só quero ser seu
Tê-la em minha vida
Rastejar a seus pés
Estar sempre a seu lado
Sofrer por si
Ser tudo por si

Perdão minha Dona!